CIDADES

Roda de conversa debate assédios moral e sexual

Publicados

em

A Secretaria Municipal da Mulher de Cuiabá, em parceria com seis pastas, realizou na manhã desta terça-feira (2), no auditório da Secretaria, uma roda de conversa com a temática “Assédio Não”. O debate foi mediado pelo ouvidor-geral, Heitor Reyes, que ouviu as demandas dos servidores e convidados. A ação pauta-se pela Cartilha de Prevenção ao Assédio Moral e Sexual, lançada em abril pela Prefeitura de Cuiabá.

De acordo com o ouvidor-geral, o evento teve como objetivo dispor informações para a identificação do que é o assédio moral no ambiente de trabalho e as providências cabíveis para garantir a proteção das vítimas e responsabilizar o possível assediador.

“É importante que os servidores saibam que estamos aqui para ajudar. Queremos ouvir as pessoas, garantindo a discrição dos assuntos tratados”, explica. Para uma das convidadas, Elisa Martins, o assunto é muito sério, polêmico e levanta vários questionamentos sobre limites e o respeito no ambiente de trabalho.

“Estou aqui como convidada, como munícipe que precisa dos serviços oferecidos pela Prefeitura. Fico feliz em ver a preocupação e o cuidado que a gestão tem pelos seus servidores se colocando à disposição para garantir o direito de todos no ambiente de trabalho”, observa.

Segundo a secretária da pasta da Mulher, Cely Almeida, ações como a roda de conversa evidenciam o cuidado da gestão em colocar em prática uma série de medidas preventivas ao assédio moral e sexual no ambiente de trabalho. Ela explica que o assédio é a repetição sistematizada, contra a dignidade ou integridade das trabalhadoras e trabalhadores, bem como a exposição a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções.

Leia Também:  Abordagens simultâneas reforçam à população canais de denúncias contra queimadas

Fonte: Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA