MUNDO

Rússia tem novo recorde de mortes por Covid-19 em meio a ‘megaferiado’ para controle da doença

Publicados

em

 

 

1 de 2
Especialistas desinfetam estação ferroviária em Moscou em 2 de novembro de 2021 — Foto: Maxim Shemetov/Reuters

Especialistas desinfetam estação ferroviária em Moscou em 2 de novembro de 2021 — Foto: Maxim Shemetov/Reuters

A Rússia registrou nesta quarta-feira (3) novos recordes de novas mortes e novos casos de Covid-19: foram 1.189 óbitos e 40.443 pessoas infectadas nas últimas 24 horas, segundo dados divulgados pelo governo.

A nova onda de Covid-19 é impulsionada pela variante delta e por uma das taxas de vacinação mais baixas da Europa e levou a capital Moscou a criar um “megaferiado” de 11 dias, que começou em 28 de outubro e vai até domingo (7).

Serviços não essenciais estão fechados e uma série de restrições foram adotadas para conter o surto atual — que também é impulsionado pelo baixo uso de máscaras pela população.

2 de 2
Militares do Ministério de Emergências da Rússia desinfetam a estação ferroviária Savelovsky de Moscou, em 26 de outubro de 2021, em meio à pandemia de Covid-19 — Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP

Militares do Ministério de Emergências da Rússia desinfetam a estação ferroviária Savelovsky de Moscou, em 26 de outubro de 2021, em meio à pandemia de Covid-19 — Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP

Restaurantes, salões de beleza, lojas de roupas, academias, escolas de dança e outros serviços considerados “não essenciais” ficarão fechados até 7 de novembro, e apenas farmácias, supermercados e lojas que vendem itens básicos poderão abrir no período.

Leia Também:  China 'recruta' 100 mil patos para deter avanço de 400 bilhões de gafanhotos

Os Centros de Tratamento Intensivo (CTIs) de vários hospitais russos estão no limite da capacidade —sobretudo na capital, que é a cidade mais afetada do país.

Piora da pandemia

A Rússia sofre com a escalada de casos e mortes por Covid-19 desde junho. Mesmo com a piora da situação, os russos continuam a se recusar a tomar as vacinas contra a Covid-19 disponíveis.

O país que desenvolveu a Sputnik V (veja mais sobre a vacina no vídeo abaixo) e mais três imunizantes tem apenas 38% da população vacinada com ao menos uma dose e menos de 33% dos russos estão totalmente imunizados

 

 

Que vacina é essa? Sputnik V

Que vacina é essa? Sputnik V

A taxa de vacinação da Rússia é uma das mais baixas da Europa e menor até do que a média mundial (39% da população completamente imunizada).

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA