Geral

Sargento acusado de matar empresário se entrega, mas é liberado após ser ouvido

Publicados

em

O sargento da Polícia Militar acusado de matar o empresário Pedro Luís Pegorini, de 58 anos, em um sitio, no município de Tapurah, se apresentou nesta quarta-feira (26), na Delegacia de Polícia. O suspeito foi ouvido pelo delegado Marcelo Carvalho e liberado em seguida.

O militar por ter se apresentado espontaneamente deverá responder o crime em liberdade.

Além de assumir o crime, o sargento entregou a arma usada por ele, no qual foi apreendida para a perícia.

De acordo com a Polícia Civil, o policial alegou ter agido em legítima defesa. Na versão dele, Pedro e ele discutiram e a vítima teria ido, supostamente, buscar uma arma em um dos cômodos da casa, quando então o sargento atirou contra a porta do quarto.

Testemunhas também foram ouvidas pela Polícia Civil. No entanto um inquérito será instaurado para apurar o crime.

 

Leia Também:  Em delação à justiça, Riva tira o sono do ‘rei’ de Mato Grosso Dorileo Leal

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA