CIDADES

Secretária de Educação faz visita técnica às unidades educacionais do Estado que serão transferidas para o Município

Publicados

em


Jorge Pinho

Clique para ampliar

A secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado realizou, na segunda-feira (2),  visita técnica nas Creches Estaduais Maria Eunice Duarte Barros, no Centro Político e Administrativo,  e Nasla Joaquim Aschar, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, no CPA I. A visita serviu para que os gestores pudessem conhecer a estrutura das duas unidades que estão sendo transferidas para a gestão do Município. Acompanharam a visita a secretária adjunta de Educação, Débora Marques Vilar, técnicos das Coordenarias de Infraestrutura e Administrativa, além das diretoras que irão atuar na unidade, no período de transição.

Em 2021, uma portaria conjunta entre a Secretaria Estadual de Educação e a Secretaria Municipal de Educação instituiu uma Comissão Interinstitucional, composta por representantes de ambos os órgãos, com o objetivo de concluir o processo de transição. Dentro do processo de transição também já foi assinado o Termo de Cessão de Uso das duas unidades pelo Município.

De acordo com a secretária adjunta de Educação, Débora Marques Vilar, a gestão das duas unidades, até o final do ano letivo de 2021, será compartilhada. “A partir de agora, será feito um levantamento e estudos nas duas unidades que devem iniciar as atividades do segundo semestre no próximo dia 9 de agosto, para uma adequação dos espaços, que deverá ser realizada nas férias escolares”, explicou a secretária adjunta, Débora Marques.

Leia Também:  Estados Unidos atacam membros do Estado Islâmico em Cabul

A secretária Municipal de Educação, Edilene Machado, disse que as duas unidades, após as obras de adequação, serão transformadas em Centros Educacionais Infantis Cuiabanos (CEIC). “O Município irá assumir a gestão administrativa e pedagógica das duas unidades seguindo o modelo genuinamente cuiabano, criado pela gestão Emanuel Pinheiro, para atender as crianças/estudantes da Educação Infantil, na faixa etária de 0 a 3 anos e 11 meses, respeitando a terminalidade dos estudantes já matriculados. Os CEICs têm uma organização diferenciada das salas de atividades e espaços externos, visando o fortalecendo das práticas pedagógicas focadas na construção de aprendizagens e do desenvolvimento cognitivo, físico e sócio emocional das crianças/estudantes”, explicou a gestora.

 

 

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA