POLÍTICA MT

Selma defende apoio a Pivetta na disputa suplementar ao Senado

Publicados

em

A senadora cassada Selma Arruda (Pode) defendeu para a bancada do Podemos no Senado os motivos pelo qual apoia a candidatura do vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) na eleição suplementar ao Senado.

Um dos motivos seria a ida do deputado federal José Medeiros (Pode) para o Aliança pelo Brasil, sigla em formação sob a liderança do presidente Jair Bolsonaro.

Selma ainda avalia que Pivetta é o favorito para assumir a sua vaga, e afirma que ele deve trocar o PDT pelo Podemos após a eleição suplementar, o que faria com que a sigla permanecesse com o mesmo número de senadores.

Nesta quarta-feira (05), o sociólogo Hélio da Silva, filiado ao Podemos, entrou com uma representação para que o partido expulse Selma Arruda, por alegar que as ações dela causaram uma “decepção coletiva” na sigla.

O pedido alega que Selma estaria cometendo infidelidade partidária, após afirmar que apoiaria Pivetta ao Senado.

Nos bastidores, a senadora alega que Medeiros não tem o apoio do senador Álvaro Dias (Pode), já que na campanha presidencial de 2018, ele teria declarado apoio a Bolsonaro desde o 1º turno das eleições, mesmo com Dias candidato à presidência pelo Podemos.

Leia Também:  Pelada, Claudia Raia choca internet com bumbum para cima

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA