ECONOMIA

Shopping Centers iniciarão demissões em massa este mês em Cuiabá

Publicados

em

Reprodução


Shopping três Américas, em cuiabá, nesse momento com as portas fechadas

As medidas previstas nos Decretos publicados pelo Governo do Estado de Mato Grosso, e  pela prefeitura de Cuiabá, mantém fechado os estabelecimentos comerciais na capital. 

Os shopping  Centers estão entre aqueles  atingidos pelo decreto, que forçadamente tiveram que baixar suas postas, assim como todos os empreendimentos que são operacionalizados em suas dependências, tais como  bares,  restaurantes, lojas de comércio de roupa, cosméticos, salões de beleza, serviços ou seja todos esses empreendimentos se encontram com suas  receitas zeradas e com seus caixas  estrangulados,   não sendo possível arcar com seus compromissos. E quanto mais a quarentena se estende mais crítica vai ficando o estado financeiro dessas empresas.

Esse atual panorama  causado pelo decreto municipal,  tem  como principal efeito colateral a demissão em massa dos colaboradores dessas  empresas, instaladas nas dependências dos  shopping centers.


Segundo informações passadas à redação desse jornal, “um dos shoppings da capital  já perdeu 50% de suas lojas, as quais não serão reabertas ao fim das medidas preventivas e da pandemia, pois já se encontram sem condições de reiniciar suas atividades”.

Leia Também:  G7 pretende ampliar sanções à Rússia

Goiabeiras Shopping, também na capital, encontrasse paralisado

Essa onda de demissões, atingirão inclusive, os próprios funcionários vinculados aos shoppings, pois esses centros comerciais tiveram queda de até 90% em suas receitas.

Tal estrago em suas finanças, pode levar um dos grandes shoppings dessa capital a recorrer a recuperação judicial para reestruturar seu endividamento, que está chegando a “ níveis perigosos”, assim confessou um dos seus proprietários. 

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA