ARTIGOS

SUICÍDIO – A importância da atenção familiar na prevenção.

Publicados

em

Nos últimos anos temos ouvido falar com mais frequência de casos de suicídio em nossa sociedade. Os números poucas vezes são divulgados, o tema é pouco falado e discutido, o fato é que este silêncio não ajuda, é preciso abordar o assunto de forma responsável e realística, para ajudar na prevenção.

O Suicídio é quando uma pessoa comete o ato de causar a própria morte de forma intencional. Muitas variáveis contribuem para essa tomada de decisão como diagnóstico de depressão, alcoolismo, uso de drogas, idade, sexo, desemprego, dívidas, bullyng, negligência ou abuso na infância, violência doméstica, condição socioeconômica precária, decepções amorosas, transtornos mentais, entre outros.

Quando uma pessoa encontra-se nessa situação, passa a deixar alguns vestígios como isolamento, desânimo, desesperança, apresenta falas de que não tem mais intenção de viver, sente-se um peso na vida dos outros, como se sua existência fosse prejudicial aos demais. Esses sinais são muito importantes de serem observados.

A ação do suicídio acarreta consequências que engloba toda sua rede de contato como familiares, grupo de trabalho, escola e amigos em geral. Todos sofrem muito quando isso acontece. Para prevenção, a família tem um papel importante neste assunto, que é estar atento ao que seu ente querido manifesta, tanto em sua fala como no comportamento. Não banalizem o pedido de socorro.

Leia Também:  Recuperação Judicial: uma visão prática do instituto

Ao perceberem algo diferente e diante suspeita de ideação suicida, deve-se buscar com urgência tratamento especializado. O psicólogo junto a uma equipe multidisciplinar tem muitos recursos para atuar com tratamento adequado. Toda ameaça ou tentativa de suicídio deve ser levada a sério. Busque ajuda profissional se perceber os sintomas, a história pode ter outro final.

Larissa Biancardini Reinachi – CRP 18/03437

– Psicóloga Clínica Humanista

– Especialista em Terapia Familiar, Casal e Individual.

– Especialista em Terapia Cognitiva Comportamental

– Coach Familiar e de relacionamento

– Consteladora Sistêmica

Propaganda
2 Comentários

2 Comments

  1. Liza Prantel disse:

    Realmente há necessidade de maior abrangência no assunto. Precisa ser tratado com mais clareza e com direcionamento.
    Parabéns pela matéria e que seja mais constante a divulgação pára se alertar no preventivo.

  2. Tati disse:

    Dra. Larissa uma excelente pessoa e profissional exemplar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA