MANCHETE

Vereador pede cassação de Toninho e recusa ficar ao lado de algoz de Abílio

Publicados

em

Diego Guimarães afirma que Toninho de Souza ameaçou vereador cassado e ainda debochou das pessoas que sofrem de câncer

ALLAN MESQUITA

Da Redação

O vereador Diego Guimarães (Progressista) declarou na manhã desta terça-feira (10) que vai propor um processo de cassação contra o vereador Toninho de Souza (PSD) por, supostamente, ter ameaçado o vereador cassado Abílio Junior (PSC). Diego enfatizou a forma desrespeitosa e preconceituosa que Toninho, que na última sexta-feira (10), referiu-se a Abílio.

Diego usou como base a fala de Toninho de Souza ao defender a cassação de Abílio Junior. Além disso, vai acrescentar no pedido a declaração do parlamentar de que as pessoas com maldade “sofrerão de câncer”

“O Toninho de Souza nessa tribuna usou as seguintes palavras, olhando para o vereador Abílio: ” medo ajuda a preservar vidas. Se isso não é uma ameaça eu não sei o que é e eu já aviso a Comissão de Ética e a Mesa desta Casa que na próxima quinta-feira eu vou apresentar o pedido de cassação do vereador Toninho de Souza e uma investigação por todo o desrespeito que ele tem a todos os familiares e pessoas cometidas de câncer em Cuiabá”, disparou.

Leia Também:  Alunos protagonizam cenas de violência nas escolas de MT; veja vídeos

As declarações foram dadas logo após a posse de Oséas Machado (PSC), que vai ocupar a cadeira deixada pelo vereador cassado na última sexta-feira por 14 votos a 11. Irritado com o novo colega, Guimarães ainda utilizou a tribuna para solicitar ao presidente da Câmara, Misael Galvão (PTB), para que pudesse ocupar outro assento no plenário.

O pedido foi acompanhado também pelo vereador Wilson Kero Kero (PSL). “Eu fiz um ofício solicitando a mudança do meu lugar do meu assento neste plenário, eu gostaria que fosse mudado meu assento até a reintegração da posse do vereador de Abílio aqui nessa Câmara Municipal que em breve deve acontecer pelas mãos do Poder Judiciário. Então, eu como vereador não me sinto bem sentando ao lado do ‘vereador fake’, Oséas Machado”, disse.

Por fim, o progressita ainda aproveitou a oportunidade para alfinetar o “novo colega” de parlamento por envolvimento com ex-secretário de Saúde de Cuiabá, Huark Correa, que foi alvo da Operação Sangria. “Não quero sentar ao lado de uma pessoa que não tem o mínimo de caráter para aqui estar. Uma pessoa que foi investigada na CPI da Saúde, uma pessoa que tem fotos e mais fotos ao lado senhor Huark que foi preso e até semana passada estava usando tornozeleira eletrônica”, apontou.

Leia Também:  716 mil negócios faliram só na primeira quinzena de junho, diz IBGE

CASSAÇÃO

Oséas foi responsável pelo pedido de cassação que resultou na perda do mandato de Abílio, concretizada na última sexta-feira (6) por 14 votos a 11 em sessão extraordinária realizada na Câmara de Cuiabá.

Toninho foi o presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar que investigou acusações contra Abílio.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA