POLÍTICA MT

Vereador pode ser cassado por quebra de decoro em MT

Publicados

em

A Câmara Municipal de Cuiabá concluiu o relatório que pode cassar o vereador Abílio Junior (PSC), por quebrar o decoro e extrapolar ridicularizando colegas. Nesta quarta-feira (12), a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar vai apresentar o processo final para definir na cassação do mandado dele.

Em outubro de 2019, foi aberta contra Abílio a ação disciplinar após a representação do ex-vereador e suplente Óseas Machado, que acusou o parlamentar de invadir espaços públicos e privados, entre outras atitudes abusando de seus direitos de vereador.

A reunião extraordinária foi marcada para as 7h da manhã, na sala das Comissões vereador Julio Pinheiro. O documento será lido pelo relator, Ricardo Saad (PSDB) e votado pelos demais membros da Comissão – Toninho de Souza e Vinícius Clovito, para então ser encaminhado a presidência do Parlamento Municipal para devidas providências. Caberá a Misael levar o relatório ao plenário.

Abílio chegou a ser acusado por invadir a casa do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), para fiscalizar uma suposta obra que estaria sendo executada na residência.

Leia Também:  Deputado aciona TCE e exige suspensão do concurso da Segurança Pública em MT

 Ele também é acusado de ridicularizar colegas parlamentares durante as sessões da Câmara. Segundo Machado, foram alvos das ironias de Abílio Junior, os vereadores Juca do Guaraná Filho (Avante), Renivaldo Nascimento (PSDB), o presidente da Câmara, Misael Galvão (PTB), entre outros.

 

Com informações do Folhamax

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA