POLÍTICA MT

Vereador retira pedido para que CPI do Paletó seja secreta

Publicados

em

Após pressão de sua base eleitoral, o vereador sargento Joelson (PSC) declarou durante a sessão desta terça-feira (18), que decidiu retirar o requerimento que solicitava reuniões secretas da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

“Na verdade o que nós queríamos era garantir o direito das testemunhas que virão aqui, o direito de nós membros da Comissão, para não sofrer acusação de abuso de autoridade. Mas nós ouvimos o clamor popular, e o clamor popular foi muito forte contra as sessões secretas. E o político tem que reconhecer quando erra. E é isso que fizemos neste momento”, disse o vereador.

Joelson afirmou também que vários policiais entraram em contato com ele pedindo para desistir das sessões secretas, e que, mesmo tendo fortes decidiu recuar.

“Eu tinha páginas e páginas para defender as sessões secretas, mas para evitar polêmica decidi retirar. Chegaram a me acusar de defender o prefeito e eu nunca fez isso. Mas a base pediu para eu recuar e não tenho vergonha disso”.

A CPI do Paletó deve ouvir nas próximas sessões o ex-governador Silval Barbosa (sem partido) e o ex-chefe de gabinete da gestão, Silvio Corrêa. Ambos fizeram delação premiada com a Justiça e precisam ajudar na elucidação de casos, sob risco de perder os benefícios.

Leia Também:  Drielly Drudi ostenta gingado em coreografia do TikTok e recebe elogios: “Coisa linda”

Silvio será o primeiro a ser ouvido, no dia 19 de fevereiro. Ele foi o responável por gravar Emanuel recebendo dinheiro.  Já Silval será ouvido no dia 02 de março.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA